julho 29, 2021

Minha empresa tem uma rede social corporativa. E agora?

Por Dialog - Time de Conteúdo| 5 minutos
Minha empresa tem uma rede social corporativa. E agora?

As redes sociais empoderaram as pessoas na criação de conteúdo. Se antes a comunicação era uma via de mão única, hoje este cenário não existe mais. E como tudo precisa evoluir, a Comunicação Interna também acompanha essa transformação digital e uma das maneiras de modernizar é por meio da implementação das redes sociais corporativas, como o Dialog.

Mas muitas empresas ainda ficam um pouco perdidas quando aderem a rede social corporativa. Algumas dúvidas podem surgir, como: de quem é a responsabilidade de fazer a gestão da rede? Seja da Comunicação ou do RH, o fato é que a ferramenta não fará milagres sozinha e não é autogerenciável.

Vice Tv What GIF by STICK TO SPORTS - Find & Share on GIPHY

Tenha um sponsor para a rede social corporativa

A rede social corporativa, sem dúvida, descentralizou a comunicação da área de Comunicação Interna. A comunicação dentro das empresas passou a ser um processo colaborativo e conta, atualmente, com o engajamento e participação de todos. 

Se antes tínhamos uma comunicação linear e de mão única, esse cenário mudou completamente, a comunicação interna agora é 4.0. (Dica: leia também o artigo sobre Comunicação 4.0). Assim como as redes sociais deram voz aos consumidores, a rede social corporativa empoderou os colaboradores que também passam a ser produtores de conteúdo dentro da empresa. 

Entretanto, mesmo tendo os colaboradores atuando com autonomia dentro da plataforma e a gestão de conteúdo sendo dividida entre departamentos diferentes da empresa, é de fundamental importância que a ferramenta tenha um sponsor – área que terá interesse no projeto e que irá viabilizar a sua execução ao garantir os recursos organizacionais necessários. 

É aquela área ou profissional que terá como responsabilidade engajar, planejar e monitorar o conteúdo que gira dentro da plataforma. Com isso, será possível focar em resultados e fazer ela ser um meio de comunicação ativo e dinâmico. O sponsor fará com que a plataforma não seja apenas um repositório de conteúdo ou um projeto de gaveta. (Dica: veja o artigo sobre Community Manager). 

The Office Monday GIF by 20th Century Fox Home Entertainment - Find & Share on GIPHY

Sabemos que a Comunicação, em especial a Interna, é uma área enxuta e conta com equipes reduzidas, mas a gestão da ferramenta deve ser encarada como estratégica para se ter uma comunicação efetiva e focada em resultados.

Sua empresa tem uma área de Marketing Digital ou Mídias Sociais que cuida da gestão e performance das suas redes sociais e relacionamento com seus consumidores nessas plataformas? Se a resposta for sim, a sua rede social corporativa também precisa ser gerenciada da mesma forma: com prioridade. 

Benefícios da rede social corporativa

Podemos listar aqui inúmeros benefícios da rede social corporativa. A plataforma favorece a conectividade, integração e participação dos colaboradores, isso sem falar que a mesma mensagem chega ao colaborador, independente de onde ele estiver. 

Acessar via APP pelo celular também garante agilidade e facilidade ao acesso a informações corporativas. Entretanto, sem planejamento e gestão dessa ferramenta, ela será apenas mais um canal de comunicação interna que pode ser subutilizado e que poderá virar “paisagem” ou ser uma plataforma caótica pela quantidade de informações sem alinhamento aos objetivos estratégicos da empresa. 

Boss GIF - Find & Share on GIPHY

A plataforma fornece métricas importantes que mostram resultados reais de engajamento e desempenho da comunicação interna. Pode ser até mesmo termômetro para o clima organizacional e auxiliar na tomada de decisão de quais são as melhores práticas de endomarketing. 

Por meio dos resultados é possível avaliar o cenário atual, o que facilita corrigir possíveis gaps e traçar um plano de ação mais assertivo. E para existir essa análise, é necessário que tenha alguém olhando para ela de forma efetiva. 

“Hoje, não adianta só entender o funcionamento das mídias. Agora, é preciso desenvolver uma compreensão mais ampla dos objetivos de cada mensagem e administrar múltiplas possibilidades para conseguir a atenção e o engajamento…” – Walter Longo – Livro: Marketing e Comunicação na Era Pós-Digital

Por isso, minha dica é: potencialize o uso da sua rede social corporativa. Olhe com a mesma atenção e dedicação que você dá às redes sociais como Linkedin, Twitter, Youtube e TikTok. Considere inclusive terceirizar este serviço, se necessário. 

Ainda tem dúvidas sobre o uso da rede social corporativa? Recomendo a leitura de outro artigo aqui do Blog Dialog sobre o assunto!

Se você gostou do artigo, deixe seu comentário! 

Milena Lins é jornalista pela Universidade Católica de Pernambuco – UNICAP, (2006); Especialista em Marketing pela Faculdade de Administração e Direito de Pernambuco – FCAP/UPE, (2017).
Encontre a Milena no LinkedIn.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top