dezembro 16, 2021

Entenda como a cultura organizacional agrega vantagem competitiva às empresas

Por Dialog - Time de Conteúdo| 5 minutos
Entenda como a cultura organizacional agrega vantagem competitiva às empresas

Um pilar corporativo que faz toda a diferença é a cultura organizacional, pois serve como um norte para os colaboradores e, ao mesmo tempo, uma fortaleza. Inclusive, as empresas são forçadas a olhar para a cultura organizacional com mais cuidado quando passam por momentos desafiadores – seja uma crise ou uma expansão de negócio.

A “Global Culture Survey 2021”, da PwC, é categórica: a cultura organizacional tem papel fundamental na competitividade de uma empresa e irá pavimentar o caminho das organizações daqui para frente.

Neste artigo do Blog Dialog, falaremos mais sobre como a cultura deve ser parte crucial da estratégia da sua empresa para o próximo ano (e além). Confira!

O reconhecimento da importância da cultura organizacional

A pesquisa buscou entender as experiências dos colaboradores de vários países no contexto da pandemia de Covid-19. 

De acordo com a PwC: “o fato de muitas organizações acreditarem que sua cultura foi uma fonte de força durante a pandemia sugere que enquanto líderes navegam em uma série de desafios futuros, certas partes de sua cultura podem fornecer-lhes uma vantagem. Mas as deficiências na cultura de uma organização também podem prejudicar sua capacidade de cumprir seus objetivos estratégicos”.

Sendo assim, as empresas que não olharem para a cultura da organização com cuidado ficarão para trás, além de sofrer com a rotatividade de colaboradores.

O primeiro passo é entender a cultura e seus pilares. Ainda de acordo com a PwC, são eles:

  1. Comportamentos
  2. Características
  3. Ativadores

O estudo mostra que a cultura organizacional subiu na lista de prioridades da liderança das organizações: 67% dos respondentes afirmaram que os líderes olham para a cultura. Comparando com a edição de 2013 do mesmo estudo, a porcentagem era de apenas 53%.

No Brasil, de acordo com a pesquisa Gente em Perspectiva, realizada pela Falconi, 27% dos respondentes afirmam que precisam revisar os planejamentos estratégicos e 21% precisam construir um trabalho de cultura organizacional, confirmando o que todos já sabem: a pandemia mudou prioridades e as empresas precisam se adaptar (e rápido!). 

Pensar não é suficiente, é preciso agir

Mesmo com a mudança de mentalidade, é preciso colocar o discurso em prática, caso contrário, a percepção da cultura organizacional e valores por parte dos colaboradores não será a mesma da liderança.

Para provar isso, o Global Culture Survey 2021 afirma que existe uma lacuna média de 20 pontos percentuais entre os gerentes e não-gerentes nas perguntas relacionadas a diversidade, equidade e inclusão.

Estes temas, inclusive, podem e devem estar presentes nas culturas organizacionais. No sétimo episódio do Dialog Talks, conversamos com Amanda Ferreira (Via), João Torres (Mais Diversidade) e Priscila Surita (Hospital Israelita Albert Einstein) sobre como fazer isso de forma genuína, vale assistir!

E como fechar essa lacuna nas percepções? Trabalhar nas políticas e processos é o caminho de ouro. Desta forma, as mudanças serão rapidamente percebidas pelos colaboradores, que passarão a acreditar na cultura que a empresa diz ter.

Como efeito cascata, os colaboradores que perceberem de forma clara a cultura poderão se identificar mais facilmente (ou perceber que aquela companhia não reflete seus valores, o que pode ser algo bom ou ruim para ambas as partes).

O papel do digital

Em um momento no qual a transformação digital é requisito para quem não quer se tornar obsoleto, a cultura organizacional também tem que flertar com a digitalização.

Como? Entra na equação as áreas de Comunicação Interna e o RH, que devem usar do digital para alcançar os colaboradores e falar sobre o que forma a cultura: os profissionais sabem quais são os valores da organização? A visão e missão? Além disso, sabem como tudo isso é aplicado no cotidiano?

Imagine a seguinte situação: uma empresa que tem uma rede social corporativa ou aplicativo de CI. Para comunicar – de uma só vez – com todos os colaboradores, independentemente de onde estejam, sobre quais são os valores da companhia, basta fazer uma publicação. Fácil, não?

É claro que, além da ferramenta, é preciso ter uma estratégia bem definida para, além de informar, engajar o profissional, fazer com que ele acredite na cultura da empresa e, mais importante, se identifique com o local onde trabalha.

O Dialog pode te ajudar nisso! Seja app de CI ou rede social corporativa, somos o que sua empresa precisa para dar esse novo passo. Que tal entender como podemos te ajudar a potencializar sua cultura organizacional dentro da empresa?

PS: Conheça recursos indispensáveis para times de Comunicação e RH. Com o Dialog você agenda conteúdos, segmenta comunicados em poucos passos, analisa rapidamente os resultados e muito mais. Tudo em um único lugar! Fale com nossos consultores e entenda como melhorar o nível de engajamento do colaborador.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top