abril 19, 2021

Métricas de Comunicação Interna: é hora de usá-las para apoiar RH e negócios

Por Dialog - Time de Conteúdo| 4 minutos
Métricas de Comunicação Interna: é hora de usá-las para apoiar RH e negócios

Em pleno 2021 não é exagero dizer que todos os departamentos de uma empresa são guiados por indicadores e métricas. Por mais simples que seja, sempre há algum dado para ser acompanhado com o objetivo de nortear a tomada de decisão da liderança. Com CI são seria diferente: as métricas de Comunicação Interna são cada vez mais vistas como premissas, não só por servirem de termômetro para as campanhas como também para colaborar com áreas como RH e negócios. 

CEO do Dialog, André Franco afirma que as métricas de CI podem ajudar a área de Recursos Humanos a entender, por exemplo, como está o clima organizacional e até mesmo reduzir o turnover. Isso porque por meio de uma pesquisa de clima é possível identificar se o colaborador se sente bem informado, se tem orgulho de pertencer a organização.

Inclusive, esses resultados podem compor uma só meta – destaca o diretor de Negócios da agência Ação Integrada, Thierry Pignataro; “A gente, como comunicação interna, vai ser muito mais efetivo se o nosso foco for trabalhar a dor da empresa. Quais são as grandes dores da empresa? Eu vou lá e resolvo.”

Já Tatiana Fritz, gerente de Comunicação Interna da In Press Porter Novelli, sugere mais exemplos. “Realizar quiz de percepção sobre temas relacionados ao RH, como EVP e programas de trainee.” 

A influência das métricas de Comunicação Interna no negócio

A pandemia acelerou a necessidade de todas as áreas gerarem resultados estratégicos para as empresas. André Franco comentou sobre o case da Via Varejo, que distribuiu vouchers para os colaboradores durante a campanha da Black Friday 2020 – utilizando a rede social corporativa Conecta desenvolvida pelo Dialog. 

A ação impactou as vendas do e-commerce da varejista que tem Casas Bahia e Pontofrio no portfólio. Você pode ler esse case completo clicando aqui.

As métricas geradas nesse case conseguem apresentar alto nível de informações para o negócio, como utilizada, localização e período, por exemplo. Além de reforçar o papel estratégico da CI como parceira de outras áreas.

Ele ainda ressalta que, quando a Comunicação Interna apresenta ROI (Retorno sobre o Investimento) para a empresa, os investimentos na área vêm mais facilmente. Inclusive, podendo contar com o financiamento de suas ações por parte de outros departamentos, justamente pela abrangência dos resultados, que não impactam apenas a CI.

O ano de 2020, para Thierry foi determinante para comunicação interna, que assumiu um papel mais estratégico, graças a pandemia.

“Uma das grandes dores das empresas era se comunicar com as suas pessoas em plena pandemia. Então, claro, teve o fator externo que nos tornou mais estratégico, onde a gente consegue entrar? E como a gente consegue medir isso? (…) Medir isso e retroalimentar o processo e a gente conseguir mostrar para a empresa o nosso valor em números, traduzindo isso”.

Esqueça qualquer dificuldade: é hora de mensurar seu trabalho

Tatiana Fritz comenta que ainda existe o estigma de que não se tem como mensurar ou que é algo muito difícil, mas que – na verdade – as possibilidades são muitas. Claro que para isso não existe uma receita de bolo pronta, pois cada organização tem sua própria realidade. Antes de tudo, porém, é preciso deixar o medo de lado e abrir espaço para o uso de dados no dia a dia.

A respeito disso, Thierry Pignataro aponta três fatores importantes para incentivar uma mentalidade de mensuração: cultura, técnica e tecnologia. “Se eu não meço, eu não estou fazendo gestão.” 

“A área se torna mais estratégica a partir do momento que apresenta dados para apoiar as decisões da companhia, para trazer um termômetro de o que está acontecendo na visão dos colaboradores. Se você não mensura, não sabe para onde está indo”, completa Tatiana.

André também ressalta o quão importante é começar a definir o que será medido, com qual objetivo e o trabalho de mensuração em si. Você pode conhecer alguns exemplos de métricas de comunicação interna e como trabalhar com elas aqui.

Esse conteúdo foi extraído de uma mesa-redonda promovida pelo Dialog, no final de 2020. Você pode assistir a conversa na íntegra clicando aqui!

Gostou do conteúdo? Não deixe de acompanhar o Blog Dialog para ficar por dentro de assuntos relacionados a RH, CI e Inovação! Aproveite para deixar seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top