maio 3, 2021

Estudo aponta alta confiança do colaborador na empresa; um reforço para Comunicação Interna

Por Dialog - Time de Conteúdo| 3 minutos
Estudo aponta alta confiança do colaborador na empresa; um reforço para Comunicação Interna

A pandemia certamente causou um dos momentos mais delicados já vividos até hoje. Nesse cenário tão incerto e acentuado pelas fake news, a busca pelo conhecido e confiável se intensifica. Prova disso é o resultado da edição 2021 da Trust Barometer, realizada pela Edelman: as empresas são consideradas a única instituição confiável, competente e ética para 61% dos brasileiros. Essa avaliação abre um espaço importante para o fortalecimento da Comunicação Interna e do papel do líder comunicador.

Isso mostra que os colaboradores assimilam o que é comunicado pelas empresas como verdade, na maior parte dos casos, e também reforça a importância de uma cultura organizacional que tenha a confiança como um de seus pilares de sustentação.

A pesquisa também avaliou o nível de confiança em outras três instituições: ONGs (56%), imprensa (48%) e governo (39%). Para a agência, o resultado positivo das corporações pode ser relacionado às falhas dos governos para atender demandas das pessoas, tarefa que foi assumida pelas empresas.

Comunicação Interna dá bases para a confiança

A confiança não vem do nada: assim como um consumidor, o colaborador espera que as “marcas se posicionem sobre as questões sociais enquanto resolvem seus próprios desafios”. É nessa hora que a Comunicação Interna ampara a empresa (e, consequentemente, a estratégia de crescimento). 

De acordo com o conteúdo “O futuro da comunicação no ambiente de trabalho”, da Deloitte: “ser capaz de fornecer informações relevantes sobre bem-estar ao colaborador no momento certo tornou-se uma obrigação.”

“Lembre-se de que os funcionários esperam encontrar as informações nas quais estão interessados na ponta dos dedos, assim como fazem em suas redes sociais favoritas, e o mesmo acontece com as comunicações no local de trabalho. Eles querem que as informações os encontrem onde estão – e não o contrário”, reforça o material. 

Ao trabalhar com uma estratégia de CI baseada na transparência, a confiança dos colaboradores na informação passada vem de forma natural, assim como a construção do viés comunicador da companhia.

O estudo da Edelman ainda mostra que 79% das pessoas no Brasil depositam suas crenças na organização em que trabalham.

“As pessoas tendem a confiar muito mais naquilo que é familiar e próximo, inclusive como uma fonte crível e segura”, diz Ana Julião, gerente-geral da Edelman Brasil.

Como o Dialog pode ajudar?

Com uma rede social corporativa e hub de serviços de RH reunidos em um único aplicativo de celular, sua organização pode trabalhar a comunicação de forma rápida e transparente, alcançando o colaborador em vários pontos como escritório, campo, fábrica e ponto de venda. 

Quer saber mais? Entre em contato com nossos consultores de comunicação.

Conte o que pensa sobre a comunicação como reforço de confiança na empresa. Comente abaixo e compartilhe com seus colegas. Siga acompanhando o Blog Dialog para ficar por dentro das novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top