março 16, 2021

Comunicação Interna 4.0 conecta tecnologia, experiência e curadoria

Por Dialog - Time de Conteúdo| 6 minutos

Você já ouviu falar sobre Comunicação Interna 4.0? A CI, assim como outras áreas, passou por profundas transformações com a evolução da tecnologia. Processos e relações conta cada vez mais com ferramentas digitais como aliadas do desenvolvimento e protagonismo da área.

Antes de definir e explorar as singularidades da CI 4.0, vamos às características das outras fases da comunicação interna.

  • CI 1.0: a empresa informa os colaboradores. Caracterizada pelo uso de texto, com canais e informações top down.
  • CI 2.0: o líder assume o papel de comunicador. Existe a conversa entre empresa e colaboradores, que querem ser ouvidos e passam a expressar suas opiniões.
  • CI 3.0: mesmo com o líder ainda ocupando o papel de comunicador, as plataformas colaborativas entram em cena para permitir que as conversas entre colaboradores aconteçam de forma transversal (um influencia o outro).

Já reconheceu a estratégia da empresa em que você trabalha em alguma dessas fases? Conte pra gente nos comentários.

 

Pilares da Comunicação Interna 4.0

Três pilares ajudam a definir a maneira mais contemporânea de se fazer CI. É o que explica Adevani Rotter, presidente e fundadora da Ação Integrada, e criadora do conceito “Comunicação Interna 4.0”.

  1. Curadoria de conteúdo: os colaboradores não são mais agentes passivos, apenas recebendo a informação da empresa. Agora, todos podem se tornar comunicadores. O profissional de CI precisa assumir o papel de curador, dando visibilidade aos assuntos que sejam relevantes para a estratégia da companhia.
  2. Experiências humanas: a forma de transmitir as mensagens para os colaboradores precisa ser transformada em uma experiência, permitindo um envolvimento por parte do funcionário, que deve enxergar nessa comunicação pontos de identificação, resultando em um senso de pertencimento.
  3. Mensuração: ao mensurar a comunicação interna, é possível identificar se as estratégias estão sendo, de fato, efetivas. Já cantamos essa bola aqui no Blog Dialog: quem não mensura, fica no escuro!

 

Modelo mental e tecnologia facilitam adoção da CI 4.0 

Em entrevista exclusiva, Adevani conta sobre o processo de criação, em que patamar as empresas brasileiras se encontram e quais as mudanças a pandemia trouxe para a área de CI. Confira!

Dialog: como foi o processo para chegar até o conceito “Comunicação Interna 4.0”?

Adevani Rotter: em 2016, fomos chamados por um cliente global para ajudá-los a criar uma campanha para divulgar as novas competências da empresa para todas as unidades do mundo. Essas competências estavam e estão fundamentadas no perfil necessário para os profissionais da Indústria 4.0. Tivemos várias conversas com o cliente na Europa e, durante esse processo, fui estudar mais sobre a 4ª Revolução Industrial.

Da minha inquietude já de alguns anos, muito anterior a esse trabalho, que o mundo estava mudando (sob vários aspectos já tinha mudado), sabendo que o jeito de fazermos comunicação interna e dialogar com os colaboradores permanecia quase da mesma maneira há décadas, veio o insight. 

A partir dessas análises, de estudos e de minha experiência de mais de 30 anos, criei o conceito e dividi em fases por característica, não por cronologia.

Como você avalia o estágio da CI nas empresas brasileiras?

Sabemos que tudo que estava em transformação, apenas foi acelerado com a pandemia. Da noite para o dia as empresas precisaram correr para ajustar a forma de trabalhar e de se comunicar. 

Então, sim, houve uma aceleração rumo à Comunicação Interna 3.0, que é caracterizada mais pelas conversas transversais e o digital fortemente presente.

Mas, não podemos nos iludir que isso aconteceu para a maioria das empresas. Nos dias atuais, a força de trabalho sem acesso digital nas organizações é muito superior aos incluídos digitalmente. Estudos mostram que entre 75% a 85% não têm acesso a um canal digital. Isso significa que as áreas de comunicação interna ainda têm total poder da informação e da gestão dos canais.  

A pandemia acelerou o processo de entendimento e absorção do conceito de CI 4.0?

Sim, acelerou, mas a Comunicação Interna 4.0 ainda não é uma realidade. Para ser uma realidade, é preciso dois fatores bem importantes: 

  1. mudança de modelo mental das organizações. Se já temos vivenciado um descontrole da comunicação, por excesso de informações circulando, teremos ainda muito mais. Isso tem a ver com protagonismo, autonomia, entre outros comportamentos desejados pela empresa
  2. Investimento para implantação das ferramentas digitais. À medida que a tecnologia ficar mais acessível, acredito que mais empresas irão aderir a uma ferramenta digital.

Na CI 4.0, os colaboradores serão tão emissores quanto a área de Comunicação Interna e terá a sua disposição uma ferramenta para fazer isso. E a área de CI, por sua vez, se tornará muito mais estratégica fazendo curadoria das mensagens mais importantes. 

Em um mundo pós-pandemia, qual será o papel da CI 4.0?

O desafio que nós, profissionais de comunicação, já estávamos enfrentando antes da pandemia passou a ser realidade para milhões de pessoas em todo o mundo: lidar com o excesso de informação circulando.

Diferentemente de antigamente, que havia falta de informação e isso gerava a famosa rádio-peão, o excesso paralisa. O cérebro humano não consegue fazer essa quantidade de sinapses e desiste. 

Isso só fortalece o papel do profissional de comunicação 4.0, de fazer curadoria do que é importante para os colaboradores e empresa. Estamos urgentemente precisando focar no que é importante e essencial para não sucumbirmos todos ao estresse e às doenças mentais.

 

É possível traçar quais seriam algumas das características de uma CI 5.0?

Não consigo imaginar ainda porque estamos a caminho da 4.0 e vejo que falta muito para chegarmos lá. Tenho visto algumas empresas a caminho da CI 4.0 e muito poucas quase lá. Antes de chegarmos na 5.0 imagino que iremos precisar dos aprendizados da Comunicação Interna 3.0 e 4.0.

 

O Dialog é um aplicativo de Comunicação Interna que alcança 100% dos colaboradores por meio de rede social, intranet e TV Corporativa centralizados em um único painel administrativo. Conheça nossas funcionalidades e benefícios clicando aqui.

Gostou do conteúdo? Comente, compartilhe e acompanhe o Blog Dialog para ficar por dentro do mundo de CI e RH!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
Close Bitnami banner
Bitnami