outubro 26, 2020

A importância da prática do Employer Branding e Employee Experience

Por Dialog - Time de Conteúdo| 5 minutos
Employer Branding e Employee Experience: funcionários felizes trabalhando juntos

Os termos Employer Branding e Employee Experience têm estado em alta atualmente. Muitas empresas estão se esforçando para ter mais do que apenas um vínculo empregatício com o funcionário, elas querem criar um relacionamento relevante e consistente que dure por muitos anos e que essa ligação seja verdadeira e tenha uma conexão.

De acordo com o estudo da MetLife, investir no bem-estar no trabalho pode gerar um aumento de 12% no engajamento, 9% em produtividade e 10% em lealdade à empresa. Com isso, é importante focar na gestão de pessoas para ter um desempenho melhor.

Investir no Employer Branding significa valorizar a marca empregadora. Ou seja, é necessário um processo de construção de marca, em que um propósito possa guiar toda a empresa. Quando ela trabalha sua cultura e identidade, isso afeta diretamente sua reputação, por isso, é importante desenvolver esse aspecto.

É necessário se esforçar para manter a imagem da empresa positiva com atributos bem pensados e cultura interna forte. E quais podem ser boas estratégias do Employer Branding e Employee Experience? Confira.

Definir os valores da empresa

É essencial colocar em palavras o que a corporação acredita e traçar pilares que vão sustentar seu discurso, atitudes e comportamentos para que, assim, os colaboradores possam entender quais são esses valores. É preciso ter isso bem definido.

Primeiramente, entenda qual é a sua missão e visão. Depois, identifique seus valores e coloque-os em prática. Dessa forma, todos vão entender de forma clara o propósito e a cultura que rodeia o ambiente corporativo.

Planejar os Do’s and Dont’s

Depois de definir os valores é preciso pensar quais comportamentos a empresa vai adotar e aqueles que ela não concorda e seria impensável alguém praticar.

É importante listar esses pontos para todos internamente entenderem o que é aceitável e o que não é. Isso é o que chamamos de do’s and dont’s, é uma forma da empresa se guiar e saber exatamente qual caminho seguir.

Isso deixa as coisas muito mais fáceis de se enxergar e de praticar. Com isso, as ações da corporação vão fluir mais naturalmente e terão um planejamento mais efetivo, com KPI’S mais claros de serem analisados, por exemplo.

Fica claro que, trabalhar o Employer Branding, é fundamental para a uma boa percepção e identificação do colaborador. Mas é necessário que ele ande junto com o Employee Experience. Do que se trata esse termo? O Employee Experience nada mais é do que trabalhar a experiência e a vivência do colaborador dentro da empresa.

Uma boa experiência garante a motivação e engajamento dos funcionários e faz com que eles se sintam orgulhosos em fazer parte de uma companhia. Com esse sentimento, eles vão para o trabalho felizes e vão ter apenas histórias positivas para compartilhar. E como trabalhar bem essa experiência?

Proporcionar um bom ambiente de trabalho

É preciso trabalhar o ambiente físico, fornecendo um lugar agradável para os colaboradores com uma infraestrutura acessível, segura e confortável, além de focar também no ambiente tecnológico, proporcionando ferramentas modernas que otimizem a rotina do trabalhador. E, por fim, o ambiente cultural, onde a empresa deve se preocupar com o estilo das lideranças para elas estarem alinhadas a cultura organizacional, tendo influência positiva na maneira de pensar, e de atuar do time.

Ter um bom processo seletivo e ações que visam o bem estar

É importante cuidar dos pontos de contato da empresa com o colaborador. Ter um bom processo seletivo, com respostas rápidas e um bom atendimento já é o primeiro passo. Depois, temos o início do trabalho na corporação. Por isso, deve-se fazer um bom onboarding, receber bem o colaborador na empresa e fornecer todas as informações necessárias para ele, além de fazer uma apresentação dele para os colegas onde ele se sinta confortável.

Também é interessante praticar ações de interação com os funcionários, ter eventos festivos, benefícios e boas experiências para que ele tenha uma jornada única. Ouça seus colaboradores e veja o que eles querem, do que eles estão precisando. Para sempre estar alinhado a suas necessidades.

O Employee Experience fortalece a cultura organizacional, melhora o clima da empresa, reduz a rotatividade, amplia o engajamento e melhora a comunicação interna.

Ter tanto o Employee Experience quanto o Employer Branding alinhados, é uma vantagem incrível para a empresa, pois mostra humanização e preocupação com a jornada dos colaboradores e, principalmente, com a atuação da própria empresa. Essa implementação começa de dentro para fora, dar voz e autenticidade para as pessoas que trabalham internamente é primordial.

Com a plataforma da Dialog.ci, você consegue fortalecer o Employer Branding e Employee Experience. Na rede social corporativa, você pode trabalhar o senso de pertencimento e analisar os KPI’s para ver se sua estratégia está funcionando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
Close Bitnami banner
Bitnami